O que é nfc no celular: Pagamentos pelo Android e IOS

474

O NFC é um recurso que vem ganhando espaço no Brasil. Presente em celulares, smartwatches e até mesmo cartões de crédito (cartão contactless), a tecnologia não só permite transações financeiras, como pagamentos, mas também é capaz de destravar portas e roletas para transporte público. Descubra o que é nfc no celular e como funciona.

Afinal, o que é nfc no celular?

NFC é uma sigla para “Near Field Communication”. Levando para o português é uma tecnologia de intercâmbio de dados sem fios por aproximação entre dois dispositivos, e que pode ser utilizada para diversos fins, incluindo pagamentos.

Usar a tecnologia é simples. Basta aproximar o telefone após ativar o recurso, relógio ou cartão de crédito em um dispositivo ou etiqueta compatível e pronto. Toda troca de informações ocorre em segundos.

Mas para que serve o NFC no celular?

Embora a função esteja diretamente relacionada a pagamentos, a tecnologia pode ser usada de várias maneiras. Um exemplo é seu uso para destrancar portas com fechaduras digitais. Também existe a oportunidade de aprender mais sobre um produto em uma loja tocando em uma marca com seu telefone.

Para que serve o NFC

Em todo caso, a tecnologia possui várias características!

E quais dispositivos tem NFC?

O NFC depende de um determinado chip distribuído em dispositivos compatíveis. Portanto, é, por exemplo, nem todos os telefones celulares ou relógios inteligentes são compatíveis. Mas você pode ter certeza de uma coisa: está disponível até mesmo para cartões de crédito, como é o caso do cartão contactless.

Outro fator a considerar é que a tecnologia não é exclusiva dos smartphones ou dispositivos vestíveis mais caros e está disponível em vários dispositivos da Asus, Apple, Huawei, LG, Motorola, Samsung e Xiaomi. Você pode encontrá-lo no segmento premium e médio. Ainda assim, é mais provável que o recurso seja visto com mais facilidade no primeiro grupo.

Como posso saber se meu celular tem NFC?

A melhor forma de saber se um telefone possui NFC ou não é consultar a ficha técnica do smartphone no site do fabricante. Existem também alguns casos específicos em que toda uma linha traz a tecnologia, como é o caso dos iPhones: do iPhone 6S Plus e todos os últimos lançamentos da linha Samsung Galaxy S e Galaxy Note.

Você também pode verificar o próprio sistema, se você usa Android, se existe uma opção para ativar o recurso ou não. Para fazer isso, basta ir em “Configurações de rede” (Wi-Fi, Bluetooth, Rede e similares) ou “Dispositivos conectados” no seu celular. O procedimento que vale a pena lembrar pode variar de fabricante para fabricante.

O que é o pagamento NFC?

O pagamento é uma das funções NFC mais utilizadas no dia a dia. Tudo funciona como mágica da seguinte maneira: crie o seu cartão de crédito ou débito no seu celular e toque na máquina do cartão (se compatível e ativada) para fazer pagamentos. E pronto, transação concluída.

Atualmente, existem três maneiras de usar esse recurso no Brasil. Para iPhone e Apple Watch, os usuários devem usar o Apple Pay. No caso do Android, existem duas opções: Google Pay (atualmente Android Pay) e Samsung Pay. No entanto, o outro está disponível apenas para quem possui telefones Samsung.

Mas … acalme-se!

Isso não significa que uma taxa é gerada toda vez que você toca em seu smartphone ou smartwatch para algo. Em primeiro lugar, o pagamento só é feito se você ativar a função antes de fazer a transação, o que geralmente requer senha ou biometria. Depois, há um limite de R$ 50 para pagar sem a senha do cartão. Quer dizer, você sempre tem que aprovar de qualquer maneira.

Veja também — Pagamento com cartão por aproximação (contactless) é seguro?

O NFC é seguro?

Não existe uma tecnologia 100% segura. No entanto, isso não elimina um dos principais recursos do NFC, pois o problema de conexão por proximidade já é um recurso que protege os usuários, reduzindo o risco de espionagem na compra.

Tem também a questão do limite de R$ 50, que mencionamos antes. Ainda assim, sempre vale a pena verificar onde você usa a tecnologia para evitar riscos desnecessários.