Benefício elegível para empréstimo – O que é? Quem pode solicitar?

344

Grande parte das pessoas ainda não conhecem e/ou não sabem o que é o benefício elegível para empréstimo.

Este, por sua vez, é um tipo de empréstimo com uma taxa de juros muito mais atrativa do que os empréstimos tradicionais.

A razão disso é que o valor das prestações mensais é automaticamente debitado da conta do proponente, o que permite ao banco oferecer as melhores taxas de juro desde que não haja risco de inadimplência.

Uma das principais regras do benefício com direito ao empréstimo foi modificada em abril de 2019. Com isso, sua liberação teve maiores oportunidades e condições especiais para esse público.

Apesar do processo inicialmente ser um pouco burocrático, a necessidade dessa autorização faz com que haja menos fraudes nos pedidos de folha de pagamento.

Esse processo acabará por trazer mais tranquilidade para aposentados e aposentados, e também podemos enfatizar a confiabilidade das instituições financeiras que prestam esse tipo de serviço.

Agora, se você deseja saber mais sobre como receber essa franquia do INSS, disponibilizamos neste conteúdo todas as informações relevantes sobre o assunto.

O que constitui “Benefício Elegível para Empréstimo”?

A terminação “benefício elegível para empréstimo” refere-se às novas regras de empréstimos consignados que entraram em vigor no ano de 2019.

Na prática, isso significa que cada vez que um novo aposentado do INSS solicitar um empréstimo consignado, ele deverá liberar o benefício do INSS.

Porém, vale ressaltar que após a aposentadoria ou virar pensionista, a pessoa deve aguardar pelo menos 90 dias para receber o benefício.

Além disso, durante esse período, é necessário que o beneficiário não faça nenhum outro empréstimo consignado.

Quem não tem direito ao benefício elegível para empréstimo?

Porém, algumas pessoas não contam com o benefício mensal do INSS, o que impossibilita o uso desse crédito.

Quem não tem direito ao benefício elegível para empréstimo - Guia Finanças

Dentre essas pessoas, podemos destacar:

  • Beneficiários temporários;
  • Pessoas que recebem auxílio doença;
  • Pessoas que recebem algum tipo de pensão específica do Governo.

Como desbloquear o benefício elegível para empréstimo?

Solicitação pelo site Meu INSS

Passo a passo da solicitação de desbloqueio pelo site do INSS começa no link meu.inss.gov.br.

Login

Ao acessar o site Meu INSS, o beneficiário é solicitado a fornecer algumas informações para verificação e acesso à área reservada aos contribuintes.

As informações necessárias são a senha e o CPF, para usuários já cadastrados.

No entanto, também é possível se registrar por meio deste link e redefinir sua senha, se necessário.

Opção Agendamento/Solicitações

Após o login, a página inicial da área livre do contribuinte tem acesso para usar a opção “Agendamentos/Solicitações”.

Abrir requerimento

Na página “Agendamentos/Solicitações”, o beneficiário encontrará a opção de desbloqueio o benefício elegível do INSS por meio da aba “Novo requerimento” no canto inferior direito.

Assim que o formulário de solicitação é aberto, todos os serviços disponíveis são exibidos em uma lista.

Nesse sentido, o requerente deve selecionar a opção “Bloquear/Desbloquear Benefício para Empréstimo Consignado”.

Este também é um procedimento utilizado para bloquear o benefício.

Solicitando o desbloqueio do benefício elegível

Depois de preencher o formulário com a opção “Bloquear/Desbloquear Benefício para Empréstimo Consignado”, uma nova página será aberta automaticamente.

Como resultado, todos os pré-requisitos necessários para a publicação aparecerão.

Neste momento, é responsabilidade do solicitante ler atentamente e solicitar ajuda ou suporte do próprio sistema ou dos sites oficiais para esclarecimento de dúvidas. Se você entendeu perfeitamente, basta clicar no botão Avançar.

Isso carregará o novo monitor e fornecerá informações adicionais, bem como instruções originais para desbloqueá-lo. Após a leitura, clique em “Avançar” novamente.

Documentos necessários para a solicitação do benefício elegível

Depois este procedimento, alguns documentos PDF devem ser anexados para continuar o processo.

Além dos arquivos, também serão solicitados alguns dados relativos ao CPF da pessoa envolvida no processo, bem como o telefone da pessoa de contato.

O importante é que se um beneficiário se aposentou ou passou a receber pensão em menos de 90 dias, é necessário aguardar até o final dos três meses para solicitar a liberação do beneficiário.

O mesmo ocorre nos casos em que o benefício foi transferido há menos de 60 dias.

Solicitação de desbloqueio do benefício elegível para mais de um beneficiário

Nos casos em que o pedido de isenção é encaminhado a outro beneficiário ativo, como aposentados e também pensionistas, é necessário realizar o processo separadamente para cada categoria.

Este fator deve ser incluído no mesmo formato que as informações adicionais que o e-mail deve seguir no processo de desbloqueio.

Solicitação feita por terceiros

Os representantes podem solicitar a liberação do benefício elegível de aposentados e pensionistas do INSS.

Para fazer isso, clique em uma das seguintes opções do formulário de dados adicionais:

  • Não. Eu sou o titular;
  • Representante Legal;

Procurador em resposta à pergunta “Deseja registrar um Procurador ou representante legal para esta aplicação?”.

Nesse sentido, as informações adicionais, que podem ou não ser preenchidas, referem-se aos documentos do solicitante da vaga.

Os representantes são aconselhados a disponibilizar cópias de documentos pessoais, que podem incluir carteira de identidade, carteira de motorista e carteira de trabalho.

O INSS pode solicitar outros documentos além da autorização assinada durante o processo.

Solicitação pelo aplicativo Meu INSS

Para usar o aplicativo Meu INSS pelo smartphone, é necessário fazer o download do aplicativo em uma loja com sistema operacional Android ou iOS.

Para o primeiro uso, você precisa fazer o login. São solicitados o número do CPF e a senha do beneficiário.

Depois disso, os dados podem ser salvos automaticamente e não precisam mais ser preenchidos ao abrir o aplicativo.

No caso de um login autorizado, o procedimento é muito semelhante ao do site. Para isso, é necessário clicar em “Agendamentos/Solicitações” e a seguir na opção “Novo Requerimento”.

No formulário que se abre, é possível encontrar a opção “Bloquear/Desbloquear o benefício para Empréstimo Consignado”.

As páginas podem solicitar as mesmas informações necessárias para completar o site.

Quanto tempo o INSS leva para desbloquear o benefício?

O período de avaliação para uma solicitação de desbloqueio geralmente varia de 7 a 15 dias.

Em tempos de alta demanda, isso pode ser ainda mais longo. No entanto, esse organismo não notificou o assunto.

Porém, para processos que requerem informações adicionais, o prazo pode ser maior dependendo da demora no envio das informações e documentos adicionais.

Como saber se o benefício elegível será concedido na forma de empréstimo?

Quando o rastreamento do processo é solicitado por e-mail, o usuário recebe uma mensagem com um aviso de liberação.

No entanto, também é possível solicitar o empréstimo consignado (HISCON) no site ou app Meu INSS.

Se o benefício for liberado, no campo de acesso ao arquivo, titularidade, nas informações do benefício, a opção “Bloqueado para Empréstimo” aparece como “Não” e a opção “Sim” é marcada no campo “Elegível para empréstimo”.

Como acompanhar o desbloqueio de benefício elegível para empréstimo?

Conforme mencionado, uma vez que o benefício é liberado, o aposentado ou pensionista tem que esperar no mínimo 90 dias para solicitar o crédito consignado.

Durante esse tempo, no entanto, é possível acompanhar a solicitação.

Existem duas maneiras fazer o acompanhamento:

  1. Por telefone:

Basta ligar para o número 135 da Previdência Social e perguntar sobre o serviço que deseja monitorar.

Mas tenha seus documentos em mãos (CPF e número NIS), pois o assistente irá solicitar informações pessoais para confirmar sua identidade e localizar a solicitação do benefício.

  1. Pelo Meu INSS:

Entre no portal com suas credenciais. Então você terá acesso aos seus pedidos. Clique nele e verifique o status.

Prazo de desbloqueio

Atualmente, em função da pandemia e das novas necessidades surgidas, governo e previdência, por meio do INSS e da Caixa Econômica, decidiram encurtar o tempo mínimo para recebimento de um benefício elegível a um empréstimo.

De acordo com as novas medidas tomadas pelo governo para reduzir o impacto econômico na vida das pessoas, a nova temporada passa a ter 30 dias corridos temporariamente.

Dessa forma, um novo aposentado ou pensionista pode, após um mês, solicitar a liberação do benefício e solicitar um empréstimo ou financiamento consignado com desconto em folha de pagamento.